Escoras de madeira ou metálicas? Qual a diferença e quando utilizá-las

No ramo da construção civil, uma das coisas mais importantes e que deve sempre ser levada em consideração é a segurança, seja dos trabalhadores ou da edificação que está sendo erguida.

Nesse sentido, existem as escoras que funcionam como uma estrutura provisória e podem suportar grandes pesos.

Em outras palavras, elas são capazes de apoiar uma construção quando essa ainda não possui firmeza suficiente para se manter em pé.

As escoras de madeira e as escoras metálicas são as mais utilizadas.

A principal diferença entre elas está, é claro, no material.

Mas existem, ainda, outras características que colocam a primeira como melhor opção a ser empregada em obras e construções.

Eficiência e tempo de execução

As escoras metálicas podem ser até oito vezes mais eficientes do que as de madeira e o tempo de execução da obra pode ser até cinco vezes menor.

A escora de madeira, por sua vez, tem baixa durabilidade e produtividade tanto na montagem quanto na desmontagem e sua execução é mais demorada.

Resistência

Além disso, a estrutura da escora metálica é mais resistente em relação à escora de madeira, que possui pouca resistência em ligações e emendas e é facilmente deformada quando submetida a mudanças bruscas e variadas de temperatura e umidade.

Segurança

O uso da estaca metálica contribui tanto para deixar a obra mais organizada e limpa quanto para a diminuição dos riscos de acidentes.

Além do mais, elas são produzidas conforme as normas de segurança, enquanto a estaca de madeira, muitas vezes, é fabricada com material sem certificação.

Produtividade

As escoras metálicas podem ser facilmente manuseadas.

Elas também são facilmente reutilizadas quantas vezes forem necessárias, não exigem mão de obra especializada, podem ser usadas tanto em obras grandes quanto pequenas e seu armazenamento é bem mais simples em relação às escoras de madeira.

Por outro lado, o equipamento de madeira é leve, pode ser facilmente transportado e pode, inclusive, ser mais barato.

Sustentabilidade

Entretanto, há um ponto positivo das escoras metálicas que pode ser colocado como o mais importante: a sustentabilidade.

Isso porque esse tipo de material é fabricado de forma segura e ecologicamente correta, com o descarte adequado dos resíduos, e pode ser reciclado no fim de sua vida útil.

Já a estaca de madeira gera uma grande quantidade de resíduos em sua confecção, o que a torna uma inimiga da natureza.

Quando utilizar cada uma delas

Além de conhecer as principais características de cada tipo de escora, é muito importante saber quando utilizar cada uma.

Para isso, alguns itens devem ser levados em consideração, como a localização e o tipo de estrutura que se deseja erguer, as condições do solo, a durabilidade em longo prazo (já que as escoras de madeira podem sofrer danos causados pelas condições de desgaste natural ou de mau tempo) e os custos totais para o cliente.

Conclusão

O tipo de escora que será utilizado na construção pode ser fundamental para o sucesso da obra e para a segurança de todas as pessoas envolvidas.

Por isso, antes de decidir pelas escoras metálicas ou de madeira, analise o seu projeto e as condições do local em que ele será executado.